biografia

Fernando Dissenha

Paranaense de São José dos Pinhais, Fernando Dissenha é trompete-solo da Osesp e atua como solista, camerista, professor, autor e consultor pedagógico.

Desde 1997 como trompete solo da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Dissenha foi o primeiro trompetista a executar na Sala São Paulo o Concerto de Haydn e o Concerto de Brandenburgo No.2, além de realizar turnês pelo Brasil, América Latina, Estados Unidos e Europa. Dissenha participou de diversas gravações da Osesp pelos selos Bis e Biscoito Fino, e no CD Jobim Sinfônico, disco que recebeu o Grammy Latino de 2004 e foi nomeado para o 48º Grammy, na categoria de melhor álbum Crossover Clássico. O primeiro trabalho solo de Dissenha - CD Carambola - foi descrito no International Trumpet Guild como “um disco maravilhoso”.

Dissenha foi solista da New York String Orchestra, no Carnegie Hall. O jornal The New York Times classificou a sua participação como “uma performance brilhante e virtuosa”. Como vencedor do Juilliard’s Trumpet Concerto Competition (1993), Dissenha executou o Concerto de Hummel. Atuou também em Nova York como instrumentista convidado do American Brass Quintet e com maestros como Leonard Slatkin, Gerard Schwarz, Stanislaw Skrowaczewsky, Denis Russel-Davis, Kurt Masur, Sidney Harth e Otto-Werner Mueller. Apresentou-se como solista da Orquestra Sinfônica da Venezuela e de diversas orquestras brasileiras. Por dez anos foi trompetista da Orquestra Sinfônica do Paraná.

Como camerista, Fernando Dissenha integrou o Quinteto de Metais São Paulo com apresentações nos festivais de Campos do Jordão, Curitiba e Maringá. Em 2008 e 2009 atuou com o Quinteto de Metais da Osesp em diversas cidades paulistas como parte do Projeto Osesp Itinerante.

Mestre pela Juilliard School - onde foi aluno de Chris Gekker e Mark Gould - Dissenha estudou também na Universidade de Hartford, como bolsista Fundação Vitae. Já ministrou cursos e master classes em diversas capitais do Brasil, nos festivais de Campos do Jordão, Jaraguá do Sul, Curitiba, Londrina, Gramado e na Universidade de Maryland. Atualmente é professor na Faculdade Cantareira, Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP) e atua como consultor pedagógico de trompete do Guri Santa Marcelina. Desde 2007, Fernando Dissenha é Trumpet Clinician da Yamaha Musical do Brasil, e apresenta recitais e workshops no país. Dissenha é o autor do Caderno de Trompete Yamaha, lançado em 2008 pela Editora Irmãos Vitale.

Dissenha iniciou os estudos de música com Pedro Vital, na Banda do Rotary International de São José dos Pinhais. Posteriormente estudou com Antônio Aparício Guimarães na EMBAP (Curitiba), e foi integrante da Orquestra Juvenil da Universidade Federal do Paraná, sob a regência da maestrina Hildegard Soboll Martins. Foi também aluno de Edgar Batista dos Santos em São Paulo.

Fernando Dissenha, sua esposa e filha são membros da Igreja Batista em Perdizes. Nos momentos de folga, Dissenha gosta de ouvir música dos anos 70 e assistir os seriados Seinfeld, 24 Hours e Lost. É também torcedor fanático do Clube Atlético Paranaense – o Furacão da Baixada.

 
Copyright © Fernando Dissenha 2009
Site Desenvolvido pela Profissional Internet